Trombocitopenia em Gatos

A trombocitopenia é um achado laboratorial bastante comum em felinos,porém na verdade,a pseudotrombocitopenia é mais comum,que consiste na contagem errônea dos níveis plaquetários,principalmente pelos contadores hematológicos automáticos.Primeiro devido ao tamanho das plaquetas dos gatos,que algumas são quase iguais ao das hemácias e também devido à tendência destas formarem agregados mais rapidamente em relação as outras espécies.

Portanto, o ideal é que a contagem seja feita ‘manualmente” e no máximo em até 30 minutos após a colheita da amostra sanguínea.

As desordens plaquetárias podem ser de dois tipos principalmente:Quantitativas,que é a diminuição do número de plaquetas,seja por redução da produção,aumento da destruição ou utilização destas; e os distúrbios qualitativos,ou trombocitopatia,que é a deficiência na função plaquetária.

Infelizmente a interpretação da trombocitopenia em felinos ainda gera enganos para a maioria dos clínicos,principalmente em relação aos hemoparasitas.Em dois importantes estudos,várias causas foram identificadas como causadoras de diminuição do número de plaquetas em gatos,a Hemobartonella ou Micoplasma NÃO foram verificados nestes animais.

Um estudo em Berlim e outro na Carolina do Norte,ambos sobre a prevalência de trombocitopenia em gatos e suas causas ,tiveram resultados semelhantes.No primeiro, foi relatado que dentre 63 animais trombocitopênicos as causas virais foram as mais comuns(FIV,FELV,PIF),seguidas de doenças inflamatórias(pancreatite,hepatopatias,problemas renais,FLUTD…) e doenças neoplásicas.Na Universidade da Carolina do Norte dentre os anos de 1985 a 1990,as doenças infecciosas virais também foram as causas mais encontradas,seguidas das neoplasia(linfomas,leucemias,hemangiosarcomas) e doenças cardíacas.A trombocitopenia imuno-mediada também foi relatada em 2% dos gatos .

O tratamento da trombocitopenia dependerá da causa subjacente.A transfusão de sangue total ou melhor,de papa de plaqueta(quando possível),vai também depender do quadro patológico.O maior benefício é quando há uma diminuição na produção e um consumo dentro da normalidade.Quando há uma destruição exagerada de palquetas e um distúrbio imuno-mediado a transfusão não é tão satisfatória,podendo haver uma piora rápida do quadro.

O link refere-se aos dois trabalhos abordados*.Notadamente a HEMOBARTONELOSE NÃO ENTRA NO DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE TROMBOCITOPENIA,além disso,não se pode afirmar que o gato está trombocitopênico diante de contagens feitas por contadores automáticos e depois de 1h da colheita da amostra sanguínea.

*Agradecimentos ao Prof.Archivaldo Reche Júnior.

6 respostas
  1. Teste Lili
    Teste Lili says:

    Dr. Reginaldo. Estou encaminhando uma leitora gateira para sua clínica com uma caso de um persa que ainda não foi resolvido. Espero que dê tudo certo. Estou passando seus contatos hoje.

    Responder
  2. Sheila Ginicolo
    Sheila Ginicolo says:

    Acabei de ler o post pois recebi os resultados de uma persa que esta com trombocitopenia, porém o restante do hemograma esta ok. função renal, hepática, glicemia ok e esta em bom estado geral.
    Acredito que foi erro na contagem de plaquetas e que foi feita por contador automático, vou ligar no laboratório e verificar.
    Otimo post.

    Responder
  3. Aline C. Simões
    Aline C. Simões says:

    Bom dia!
    Meu gatinho teve cistite, tratamos ele, mas continua fazendo xixi de sangue as vezes.
    No hemograma deu tudo certo, exceto, as plaquetas, muito elevadas.
    Em geral, meu gatinho não apresenta nenhum sintoma físico, come bem, é super saudavel.
    Já demos 2 anti hemorragicas nele, mas passa uma semana, ele faz xixi com sangue de novo…
    O que devo fazer? Gostaria de sugerir algo ao veterinario do meu bichinho… Será que esses xixis com sangue são devidos a elevação de plaquetas?
    Estou muito triste e nervosa, gostaria de cura-lo…
    Me ajudem, por favor!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *